O Amor esgota-se, percebi.

fgh.jpg

Num mundo cada vez mais egoísta, é uma arte fazer o amor durar. Cada um quer ser feliz de acordo com o seu ego, com as suas particularidades mais individuais. Impõem-se a nossa perspectiva do que seria o ideal de amor ao outro e espera-se, de ego cheio, que o outro aceite, se renda. Matamos o outro nesse preciso instante.Reduzimos quem nos ama, tentamos vê-lo vergado à nossa maneira de viver. Reduzimos os sentimentos do outro a caprichos nossos. Encostamos à parede, de ego cheio. Não estamos dispostos a perceber o que é afinal o amor, aquele relance que nos foi dado a ver no inicio da relação matamos por egoísmo. O amor esgota-se. O amor quando posto à prova é prepotente, brutal, assassino. Sim, o amor esgota-se.

Anúncios

4 thoughts on “O Amor esgota-se, percebi.

  1. Ensinam-nos a lutar pelo que queremos, pela nossa felicidade, pelos nossos ideais. Ensinam-nos a não nos contentarmos com menos do que aquilo que merecemos. Mas não nos ensinam a ceder. Não nos ensinam que, por vezes, a nossa felicidade não é termos tudo o que queremos. Não nos ensinam que nos nossos ideais nem sempre são os correctos.

    (só descobri isto hoje e ando a ler tudo de rajada…)

    Gostar

    1. 🙂 oh, obrigada Agridoce. E é verdade, não nos ensinam que desistir por vezes não é fracasso, é uma forma de salvação. Obrigada por passares cá, voltei a isto dos blogues depois de uns anos de recato e sabe-me bem ter uma visita tua. Beijinhos

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s