Feliz Divórcio

Uma das minhas melhores amigas lançou ontem o seu primeiro livro (bem feitas as contas até é o segundo). Um guia sério mas divertido, emocional, pessoal, uma ferramenta “jurídica”, uma purga do seu próprio processo que resultou neste Feliz Divórcio. (já tenho um em casa não vá o Diabo estar à coca)

A Elizabete Agostinho é das jornalistas mais fabulosas que conheço. Rigorosa, com uma capacidade brilhante de escolher sempre o melhor enfoque para qualquer artigo que faça, seja ele sobre o que for. É, acima de tudo, uma mulher interessante. É, antes que tudo, uma das pessoas mais generosas que conheço. Tenho um orgulho tremendo que ela me chame amiga. Elizabete,  já tenho uma estante vazia só para os teus livros, sei que mais virão.

Anúncios